RUBRICAS

Eles estão a morrer!

Eles estão a morrer!

Perdem-se nas voltas da vida e não se preocupam em dar-lhes a volta.

As vezes o que é preciso é um murro em cima da mesa, uma descarga de adrenalina, um golpe de amor próprio.

Vejo tanta evolução tecnológica e tão pouca evolução como seres humanos.

Não acho bem e ponto.

Não acho bem ver pessoas conformadas com vidas infelizes porque são o que tem que ser.

O que tem que ser é aquilo que vocês querem que seja, e não há-de ser difícil querer-se ser feliz.

Estão tantos a morrer…

E não é de agora, estão a morrer desde que chegaram e se esqueceram de ver as vistas.

Somos muito mais do que o trabalho e as contas.

Somos muito mais do que rotinas das 8h as 17h, do que filas no transito para ir para casa dormir, porque as 8h chegam de novo num instante.

Somos parte integrante da energia que nos rodeia, não deveríamos ser também mais gratos?

Não deveríamos nós olhar em redor e agradecer pelo tanto que temos e insistimos em não ver?

Acredito que muitas das vezes somos infelizes porque não tentamos ser felizes.

Eu sei, é mais fácil lamentarmo-nos do que lutar pela nossa felicidade, enfrentar os desafios de frente…

Mas até que ponto estamos dispostos a ser infelizes para ver que o melhor da vida são os desafios?

 

 

Deixe um comentário

avatar